22 de nov de 2010

Somos todos interesseiros?!

A resposta pra essa pergunta, aprendi há pouco mais de dois anos, quando participei de um reality show.
Quando iniciamos nossa vida, e começamos a entender como o sistema funciona, o primeiro sentimento a isso tudo é de repulsa, depois revolta, pois tudo o que mais ouvimos de nossos pais são os lados negativos da população que habita o planeta Terra, e toda a maldade que existe nessas pessoas, isso para criarmos nossas próprias defesas, e podermos nunca confiar em alguém na rua que oferece uma bala, ou uma água, até que tenhamos o discernimento necessário para saber em quem podemos confiar, mas isso nunca vamos aprender de fato.
É desde esse instante da formação do nosso caráter, sem nem ao menos nos darmos conta, que todo o nosso lado interesseiro começa a aflorar; começamos a nos aproximar de pessoas por interesses diversos, seja ele financeiro, sentimental, profissional, fraternal; enfim existem inúmeros fatores que nos levam a ter interesse nas pessoas, pra ficar bem claro cito o exemplo da amizade, (mas uma amizade verdadeira): Toda amizade parte do ponto interesse, vc tem interesse em ter uma amizade verdadeira, alguém pra confiar, e claro, quer que o sentimento seja recíproco, tudo se baseia no interesse pessoal de cada um.
Mas, quando aprendi isso, foi de uma forma profissional, pra mostrar que não devo ter vergonha de fazer networking, nem sentir que estou indo contra os meus princípios ao me aproximar de alguém exclusivamente com o interesse de fazer contato profissional.
Uma vez, há pouco tempo, me perguntaram se eu era interesseiro, e respondi com toda certeza do mundo que eu era sim, fui hostilizado como era de se esperar, e tive que repetir todo o texto acima.
Hipocrisia e falso moralismo nunca foram meu forte, mas em pleno século XXI ainda encontramos pessoas que praticam essa forma nojenta de levar a vida principalmente via web, há uma diferença enorme entre tentar esconder um defeito seu, ou algum lado inaceitável socialmente, de tentar criar um personagem que você não é, e nunca será.
"Quem é de verdade sabe quem é de mentira"

Um comentário:

Tu não tá fazendo nadinha, pois comenta aí: